BUSCA  
 
    São Marcos, 23 de Abril de 2017 |   Institucional   |   Anuncie   |   Assinaturas   |   Expediente   |   Colabore   |   Contato   |  
 
 
 
 
Empresas
‘MARTA COLOCOU SÃO MARCOS NO MOVIMENTO LOJISTA DO BRASIL’: novo presidente assume com missão de manter crescimento da CDL. Na presidência desde 1º de janeiro, Marcelo Parizotto foi empossado em cerimônia no Dia da Mulher São-Marquense
 
PALUDO SÃO MARCOS DE CARA NOVA! Filial são-marquense promoveu evento na última sexta (3), marcando a inauguração das reformas no estabelecimento. Gerente Joce Souza garante que melhor distribuição dos produtos promete agradar ainda mais ao público local
 
MAIS NOVIDADE EM SÃO MARCOS! Imobiliária Firenze oferece serviço de administração de condomínios. Além dos serviços de compra, venda e locação de imóveis, Firenze traz solução para prédios residenciais. Planos já podem ser consultados na empresa
 
Esportes
MILLENNIUM TERÁ REFORÇO DE ATLETAS DA SELEÇÃO BRASILEIRA. Equipe de futsal feminino, Millennium comemorou aniversário de 7 anos com almoço neste domingo (12). Em 2017, time representará o município em campeonato Sul-Americano
 
SÃO-MARQUENSE É PRÉ-SELECIONADA PARA TIME DE FUTEBOL FEMININO DO INTER. Ananda Michelon fez teste neste domingo (5) com 700 atletas e ficou entre 40 selecionados para treinos em Porto Alegre, que definirão 25 jogadoras para equipe feminina colorada
 
CANAIS / NOTÍCIAS
Geral
Dinheiro Público 20/03/2017 | 17h28
Policiais e bombeiros de São Marcos voltam a receber auxílio da prefeitura
Vereadores aprovaram projeto do Executivo que regulamentou novo 'auxílio permanência'
Foto: divulgação
Repasse anual de R$ 245 mil ao Consepro foi aprovado nesta segunda (20) pelos vereadores para 'auxílio-permanência' de R$ 400 por funcionário e pagamento das Câmeras de Vigilância. Entidades que solicitam recursos municipais têm até 5 de abril para se credenciar. Chamamento Público é nesta quarta (22), como determina Lei 13.019. Modelo de Plano de Trabalho e Manual de Repasses estão à disposição na prefeitura

Os policiais e bombeiros de São Marcos voltarão a receber auxílio para residirem no município. A verba da prefeitura - denominada “Auxílio-Permanência” e não mais “Auxílio-Moradia” - será de R$ 400 por funcionário, conforme explicou o presidente do Conspero (Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública de São Marcos), Jaime Camassola. “Isso garantirá o benefício para os 30 funcionários (bombeiros, Polícia Civil e BM), mais o pagamento do salário da funcionária do Posto de Identificação (que faz as carteiras de Identidade)”, afirmou. Ele disse que, para pagar o auxílio, o Consepro terá repasse anual de R$ 170 mil. “Foi o valor aberto no Orçamento de 2017 pela gestão anterior”, comentou. Haverá quatro pagamentos trimestrais durante o ano (março, junho, setembro e dezembro). O primeiro garantirá o custeio dos meses (janeiro, fevereiro e março) nos quais os policiais ficaram sem receber. Conforme dados do Portal Transparência, até o último ano o Consepro recebia em torno de R$ 16 mil por mês da prefeitura para pagar “auxílio-moradia”. Era concedido benefício de R$ 422 aos funcionários que não possuíam residência em São Marcos e R$ 211 aos que tinham casa própria.


Sessão da Câmara nesta segunda-feira garantiu volta de benefício para policiais

Além de igualar o valor recebido pelos policiais, novidade do Termo de Parceria firmado entre prefeitura e Consepro é que em 2017 a entidade ficará responsável pelo pagamento das câmeras de vigilância. “O Conspero receberá verba da prefeitura e destinará à empresa Atlântis”, observa Camassola. Até então o repasse era feito à CIC. Para custear o auxílio permanência aos policiais e pagar as câmeras de vigilância, o Consepro receberá R$ 245 mil de dinheiro público em 2017 (R$ 61,25 mil por trimestre), conforme determina Substitutivo ao Projeto de Lei do Executivo 06/2017. A matéria foi aprovada pelos vereadores na sessão legislativa desta segunda-feira (20). Ela autoriza o Poder Executivo Municipal a “firmar Termo de Parceria e conceder contribuição social ao Consepro, nos termos da Lei Federal 13.019”. Ela entrou em vigor em 1º de janeiro, mudando as regras para concessão de verbas públicas às Organizações da Sociedade Civil (OSC) sem fins lucrativos.

Chamamento Público para seleção é nesta quarta
(22): entidades devem apresentar propostas

Devido à nova legislação, que determina série de exigências para o repasse de verbas públicas às entidades, o Consepro estava sem o repasse (e os policiais sem o auxílio), conforme noticiado pelo Portal L’Attualità em 17 de fevereiro. Após a publicação da notícia, a Câmara de Vereadores realizou Audiência Pública para debater o assunto, quando policiais e bombeiros lotaram o Plenário Alcides José Rech. Em 22 de fevereiro (uma semana após a informação ser publicada pelo L’Attualità), o Departamento Jurídico lançou Edital de Convocação para Organizações da Sociedade Civil (OSC) interessadas em firmar parcerias com a prefeitura. O prazo de credenciamento encerra em 5 de abril. Chamamento Público para seleção das OSC será realizado nesta quarta-feira (22). As entidades que desejam obter dinheiro da prefeitura em 2017 deverão entregar documento com suas propostas. A aprovação caberá à comissão formada por três funcionários públicos de carreira da prefeitura, conforme determina a nova lei. A celebração da parceria ficará a cargo da Assessoria Jurídica do Município, que poderá solicitar ajustes no plano de trabalho apresentado pelas entidades.

Segundo o Departamento Jurídico, a situação do repasse ao Conspero foi resolvida mais rapidamente que a das demais entidades que recebiam dinheiro público até 2016 porque foi elaborado “termo de inexibilidade” de chamamento público. No último ano, Projeto Wida, Assemarcos, Apae, Sopran, CIC e Consepro ganharam aproximadamente R$ 1,1 milhão de dinheiro público (dados do Portal Transparência). Dessas entidades, apenas a Apae teve seu contrato renovado em 2016. As demais estão sem verbas desde janeiro e precisam se adequar à Lei Federal 13.019, conhecida como Marco Regulatório do Terceiro Setor. Conforme apurou o L’Attualità, Lei enviada pelo Executivo à Câmara para destinar recursos ao Projeto Wida teve parecer desfavorável do Igam sobre o Plano de Trabalho apresentado pela entidade, que até 2016 recebia em torno de R$ 140 mil por ano da prefeitura.

Modelo de Plano de Trabalho e Manual de
Repasse estão à disposição na prefeitura

Para esclarecer as entidades sobre os detalhes da Lei 13.019, o Departamento Jurídico da Prefeitura elaborou um “Manual de Repasses Públicos às Organizações da Sociedade Civil (OSC)” e um “Modelo de Plano de Trabalho” – com dados cadastrais, características da OSC e proposta de trabalho; cronograma de execução e metas, descrição das ações e plano de aplicação de recursos financeiros; cronograma de desembolso, estimativa de despesas e periodicidade da prestação de contas. Os documentos estão à disposição no Centro Administrativo Municipal. Para que uma entidade possa pleitear verba pública ela deve ter no mínimo três anos de existência com CNPJ e experiência na realização do objeto da parceria, com capacidade técnica e operacional para o desenvolvimento das atividades previstas e o cumprimento das metas estabelecidas. Decreto municipal regulamentando a lei federal foi promulgado pelo ex-prefeito Demétrio Lazzaretti em 21 de dezembro de 2016. A adequação ficou a cargo da nova administração municipal empossada em 1º de janeiro.

Conforme o Igam, a Lei 13.019 soma-se à Lei de Acesso à Informação e a Lei de Responsabilidade Fiscal (Transparência) no sentido de exigir dos gestores públicos a observância do planejamento, da prestação de contas, do controle (interno, externo e social) e da transparência, sob pena de responsabilização. Em outras palavras, a nova lei “colocou ordem na casa”, acabando com a simples “doação” de dinheiro público às entidades. Agora elas precisam fazer parceria, provando que darão retorno social com o dinheiro recebido. A transferência da verba às OSC deverá ser feita em regime de mútua cooperação e para o alcance de finalidades de interesse público. A entidade deverá abrir conta bancária específica, num procedimento semelhante às novas regras para campanhas eleitorais que vigoraram nas eleições municipais de 2016. Há três procedimentos básicos pelos quais a parceria da entidade com a prefeitura pode ser firmada: Termo de Fomento, Termo de Colaboração e Chamamento Público. Conforme o Igam, um dos objetivos é assegurar os princípios de isonomia, legalidade, moralidade e impessoalidade que devem ser observados pelos gestores públicos.
Compartilhe:
Comentários (0) | Enviar para um Amigo | Imprimir
  25.03.2017
Eleições da Cooperativa
56% dos votos: Vanin segue na presidência da Coop. 725 associados participaram das eleições da Cooperativa Agrícola Mista Rio Branco na manhã deste sábado (25). Chapa vencedora é composta pelo atual presidente Andrea Vanin e Evaldo Camargo
725 associados participaram das eleições da...
 
  16.03.2017
Solidariedade
Caminhão de São Marcos leva doações a São Francisco de Paula. Doações foram recebidas até a manhã desta quinta (16) e caminhão seguiu em direção a São Francisco de Paula por volta das 8h45. Município foi afetado por forte tempestade no último domingo (12)
Doações foram recebidas até a manhã desta...
 
  28.02.2017
Arroio Gravatá
Prefeitura inicia limpeza do Gravatá. Em São Marcos, obras de desassoreamento do Arroio Gravatá iniciaram na manhã desta segunda-feira (27). Construpar é empresa terceirizada pela prefeitura e custos giram em torno de R$ 15 mil
Em São Marcos, obras de desassoreamento do Arroio...
 
  03.02.2017
Corpo de Bombeiros
Bombeiros seguem atendendo apenas durante o dia em São Marcos. Devido à falta de efeito e repasse de verba para horas extras, desde setembro Corpo de Bombeiros de São Marcos segue atendendo das 8h às 20h
Tenente Alexandre Machado assumiu Corpo de...
 
  01.02.2017
Incêndio na Boate Kiss
Tragédia de Santa Maria: sobrevivente do incêndio na Boate Kiss, que em 27 de janeiro de 2013 matou 242 jovens, são-marquense Juciane Bonella relembra episódio que mudou sua vida. Ela cobra penalização dos responsáveis e construção de memorial
Sobrevivente do incêndio na Boate Kiss, que em 27...
 
  16.01.2017
Inundações em São Marcos
Perigo na calçada da Rodovia Padre Pedro Rizzon, danificada após inundações do dia 21
Calçada danificada pelas chuvas de 21 de dezembro...
 
  02.01.2017
Violência
São-marquense perde vida em assalto em Camboriú
Oceanógrafo Wiliam Gardelin, 29 anos, foi baleado...
 
  29.12.2016
Inundações em São Marcos
Uma semana após inundações em São Marcos, vítima salva de afogameto agradece bombeiros
Ari Soranzo, 60 anos, escapou da morte por...
 
  26.12.2016
OPINIÃO DO LEITOR/ARTIGO
Arroio Gravatá: 'é esgoto mesmo sem tratamento, uma vergonha para São Marcos'
Até quando vamos ver alagamentos nos mesmos...
 
  05.10.2016
Vitivinicultura
Câmara Federal aprova inclusão das vinícolas no Simples. Projeto de Lei Complementar também abrange as microcervejarias e o segmento de cachaças artesanais
Projeto de Lei Complementar também abrange as...
 
| próxima >
Plantão Policial
BM PRENDE FORAGIDO EM SÃO MARCOS. Nesta segunda-feira (17), São Marcos registrou furto à residência na Rua Fidelis Capeletti e prisão de foragido no Km 116 da BR 116
 
BM APREENDE INDIVÍDUO POR PORTE ILEGAL DE FACA EM ESTABELECIMENTO COMERCIAL. Em São Marcos, no final da tarde deste domingo (16), homem com antecedentes criminais foi abordado pelo Brigada Militar, portando uma faca, na Rua Monsenhor Henrique Compagnoni
 
MOTORISTA SEM HABILITAÇÃO E ALCOOLIZADO CAUSA ACIDENTE NA BR 116. Condutor de Ford Ka teria invadido a pista contrária, colidindo frontalmente com um Fiat Strada. O mesmo apresentou índice de alcoolemia de 0,92 mg/l, configurando crime de trânsito
 
Consulados
 
E-mails Recebidos
Com relação à reportagem sobre a servidora Joelma Haskell Velho, alguns esclarecimentos sobre a situação atual da servidora:
"Os advogados contratados pela servidora Joelma Haskell Velho, Dra. Daniele S. Ballardin e Dr. Jean Carbonera, estão em contato diretamente com o Procurador do Município, Dr. Bruno Fachini, desde a semana passada, tendo encontrado uma solução juridicamente possível para readaptá-la no serviço público municipal, conforme previsto no artigo 24, da lei que institui o regime jurídico dos servidores municipais de São Marcos, Lei n° 1.589/2001.

Segundo o que nos foi passado, o Procurador está apenas tratando das questões administrativas internas para possibilitar que Joelma, servidora extremamente qualificada, passe a exercer a nova função."
Enviado por:
Daniele S. Ballardin, advogada OAB/RS 92.271
23 de fevereiro - 07:57
Hoje (22 de janeiro) fui à Secretaria de Saúde de São Marcos procurar ajuda médica, pois estou cheia de alergias e com feridas na cabeça. Chegando lá não pude ser consultada, pois não é emergência, mas havia apenas uma pessoa na fila esperando por atendimento. Não se tem um atendimento adequado. Quando você procura ajuda médica é porque realmente precisa, eu não iria lá se não fosse emergência. Mas como sempre eles não fazem nada e ficam lá sentados sem ter o que fazer. É uma vergonha ter um posto desse tamanho e não ser atendido. Parabéns, Secretaria de Saúde por ser assim!
Enviado por:
Michele
24 de janeiro - 16:34
Para todos de São Marcos: em 2014 estes deputados que votaram pela continuação da impunidade e da roubalheira receberam este numero de votos na cidade.

Afonso Motta (PDT) Sim 11
Alceu Moreira (PMDB) Sim 18
Bohn Gass (PT) Sim 4
Carlos Gomes (PRB) Sim 48
Darcísio Perondi (PMDB) Sim 2
Giovani Cherini (PR) Sim 12
Henrique Fontana (PT) Sim 720
Luis Carlos Heinze (PP) Sim 11
Marco Maia (PT) Sim 27
Marcon (PT) Sim 10
Maria do Rosário (PT) Sim 17
Mauro Pereira (PMDB) Sim 627
Nelson Marchezan Junior (PSDB) Sim 26
Paulo Pimenta (PT) Sim 7
Pepe Vargas (PT) Sim 397
Pompeo de Mattos (PDT) Sim 24
Renato Molling (PP) Sim 107
Sérgio Moraes (PTB) Sim 12

Achou o seu deputado? São dados do TSE.

Lideranças partidárias de São Marcos, serão estes os candidatos que virão a São Marcos em 2018 pedir votos?
Enviado por:
Gilberto Moschetta, médico
01 de dezembro - 08:17
Estamos vivenciando algo sem comparação em termos de economia em nosso país. Todos nós também sabemos que se trata de fatores políticos que interferiram no modo de agir de todos os brasileiros, sem produção, sem consumos e sem perspectiva de futuro. A redução nos gastos em todos os setores fazem com que vivamos um clima de desolação, marasmo.

Se tivermos uma solução urgente para o problema político, certamente tomando atitudes incentivadoras haveremos de um todo progredir, gerar empregos, gerar recursos.

Nossos governantes em todos os escalões dizem tomar medidas, porém, sabemos que o inchaço nas repartições públicas fazem com que o Estado seja submisso ao servidor, em número excessivo, a renda nem sequer paga o funcionalismo.

Nossas fábricas começam a decadência e o sucateamento do poder produtivo e da rentabilidade, necessário se faz trazer presente o poder de reposição através de incentivos financeiros das casas creditícias.

Preocupa-nos o futuro de nosso Brasil, enquanto não há o investimento necessário na educação (ensino) que proporciona a abertura da mente na projeção de bens para a população.

E o nosso povo, cada vez mais doente e desamparado.

Os desvios devem sim ser punidos, mas também ressarcidos, voltando as suas
origens para que possam gerar novos recursos. Pobres municipalistas (prefeito e vereadores) o futuro se vos apresenta obscuro, estamos apostando para que tenham pleno êxito em vossa jornada, e, enquanto isto, com o coração amargurado pela atual situação, fico almejando sinceramente que todos sejam MUITO FELIZES, sonhar ainda nos é permitido.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
12 de agosto - 08:58
ECONOMIA

Os dias atuais merecem muita reflexão por parte das pessoas que geram nossa economia.

Fazemos um ponto de indignação diante do caos financeiro em que se encontra nosso país em todos os segmentos, sem excluir algum. O poder de compra do povo brasileiro está em baixa, a inflação em alta, os juros insuportáveis, a falta de estímulo para com a produção, o sucateamento de nossas indústrias fazem com que os custos se elevam perdendo a competitividade.

Todos sabem que sem a geração de empregos não há economia que subsista.

A geração de impostos e consequente aumento da arrecadação municipal, estadual e federal, somente é possível com o aumento da produção, há solução para o impasse, basta a boa vontade de nossos governantes.

Com a atual situação, pergunta-se quem ousará criar empresa, gerar empregos, proporcionar a criação de renda? Difícil encontrar alguém corajoso e audacioso para investir.

Nossos governantes em todos os níveis dificultam com a burocracia e com os altos encargos. O judiciário penalizando os empresários e suas empresas, os trabalhadores socorrendo-se nas leis trabalhistas, que são terríveis aos empresários.

Devemos sensibilizar nossos governantes para que de uma forma amigável haja mais tolerância e compreensão entre trabalhadores, empresários no geral e o judiciário (leis mais brandas).
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
26 de julho - 18:16
POLÍTICA

Boa sorte a todos!

Aproxima-se o dia 2 de outubro de 2016, data em que serão realizadas as eleições municipais. Oportunidade em que, mais uma vez, a democracia nos proporciona o direito de escolhermos os nosso preferidos.

Antecipadamente, quero tecer meus mais justos elogios para com aqueles que colocam-se à disposição para administrar o futuro de nosso Município para os próximos quatro anos. É certo de que todos estão imbuídos dos melhores propósitos de bem gerir o bem público. Todos, com maior ou menor capacidade, porém, apostando no proporcionar o bem estar de toda nossa comunidade. Agradecer os candidatos é pouco diante da disposição de prestar serviços à comunidade, quer seja candidato a prefeito, vice-prefeito ou vereador.

A reciprocidade financeira é muito baixa diante do tempo a ser empregado à causa pública, não tem dia, hora ou lugar para prestar serviço.

A desacreditada classe política que norteia o nosso país não pode ser comparada aos dedicados candidatos que querem trazer o bem para a nossa cidade, ainda temos pessoas de gabarito em nosso meio comunitário, não podemos generalizar por baixo.

Portanto, candidatos, demonstrem sua capacidade e desejo de fazer o bem, não levem em conta as críticas, vocês só merecem elogios. Parabéns e minha ardente manifestação de que sejam e façam todos MUITO FELIZES.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
26 de julho - 09:23
Prezada Rosemeri,

Ao cumprimentá-la cordialmente, queremos agradecer profundamente a sua divulgação na mídia por ocasião da 15ª Feijoada realizada por esta Apae – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Marcos.

Em função de seu gesto de solidariedade, sentimo-nos na obrigação de lhe informar um pouco sobre esta Entidade. Atualmente atendemos 103 pessoas com deficiências intelectuais e múltiplas. Realizamos atendimentos totalmente gratuitos distribuídos entre fonoaudiologia, fisioterapia ocupacional, psicologia, serviço social, enfermagem, equoterapia e natação. Além dos atendimentos temos a Escola Raio de Sol, onde os alunos são distribuídos entre os diferentes níveis e ainda participam de oficinas e projetos oferecidos pela Instituição, que conta com 30 profissionais entre funcionários e prestadores de serviço, além de voluntários.

Enfim, nossos esforços estão voltados a uma total qualidade de vida à pessoa com deficiência intelectual e múltipla e colocamos nossa Apae à disposição para uma visitação onde teremos imensa satisfação em mostrar-lhe com detalhes todos os nossos projetos.
Enviado por:
Suzete Mari Sandri Ampessan, presidente da Apae de São Marcos
26 de julho - 09:22
Veja outros e-mails recebidos
 
Jornal L’Attualità  |  Rua Padre Feijó, 843  |  Sl. 24  |  São Marcos RS  |  Fone: (54) 3291 2200 - 3291 2218  |  jornal@lattualita.com.br  |  Todos os direitos reservados. Copyright 2011.